Dicas de brincadeiras para mostrar a seus filhos como respeitar as diferenças

fevereiro 11, 2020

Uma das faces do desenvolvimento integral das crianças é o social. E saber respeitar as diferenças é uma etapa importante deste processo. Neste post trago 5 dicas de brincadeiras que vão ajudar a mostrar para as crianças como entender que todos somos diferentes. E que isso é bom!

Respeitar as diferenças é entender que cada pessoa pensa e age de maneira única. Ninguém (nem seus filhos) é obrigado aceitar ou concordar com opiniões e estilos que divergem dos seus valores. Entretanto, ofender e discriminar alguém apenas por ela não ser compatível com o seu jeito de ser, não é legal e vai contra os direitos de qualquer indivíduo.

Respeitar as diferenças é um passo para o sucesso no futuro

Pode até haver discussões sobre o assunto, mas a gente acredita que as crianças nascem com a capacidade da empatia e com a habilidade de aproveitar as diferenças entre cada um, de maneira que juntos se consiga alcançar o objetivo desejado.

Assim, em tese, naturalmente as crianças saberiam respeitar as diferenças.

Porém, as influências externas dos adultos, mesmo aquelas inconscientes, acabam mostrando às crianças que as diferenças são coisas a serem evitadas. Que, em lugar de buscar o complemento entre elas, afinal todos somos diferentes, deve-se buscar o distanciamento, porque a diferença seria um defeito.

Daí que acabamos tendo que aproveitar as brincadeiras para retomar o respeito às diferenças, a empatia e a capacidade de trabalhar as diferenças em conjunto.

A origem da palavra respeito está no latim respectus e indica um sentimento de apreço, consideração, deferência, algo que merece um segundo olhar, uma segunda chance, uma segunda atenção.

Por isso, nossas dicas de brincar levam a esta reflexão e a ajudar as crianças a perceberem a importância de olhar para as outras crianças e para si mesmo como diferentes e complementares.

Todos têm seu lugar e seu valor

1. Criar rostos com partes diferentes

Escolha e recorte de revistas com seu filho várias partes de rostos: muitos olhos, bocas, narizes, orelhas. Coloque tudo num saco ou sacola opaco.

Desenhe no papel, contornos de rostos sem cor.

A brincadeira é montar rostos diferentes com as partes que vocês sortearem da sacola. Façam pelo menos 3 rostos. Vejam as diferenças. Pintem os rostos da cor que preferirem. Procure aproveitar para falar que nenhum é igual e não tem um mais ou menos bonito, mais ou menos certo.

Gincana do tapete

Esta é para fazer em grupo. Com pelo menos 3 crianças. As idades podem variar.

Você vai precisa de um tapete. Quanto menor o tapete, maior a dificuldade de cumprir a gincana.

A tarefa é virar o tapete do lado avesso, com todas as crianças sobre ele. Só não é permitido sair do tapete.

Esta é uma brincadeira que trabalha diferentes habilidades das crianças e você pode aproveitá-la para conversar sobre como trabalhar junto e respeitar as diferenças de cada um.

Fonte: Tempo Junto

Veja mais brincadeiras e o artigo completo aqui no link!

Consulta ao oftalmologista pode ajudar a garantir um bom ano escolarComo largar a chupeta? 18 mães contam estratégias que funcionaram